Kingdom Come Deliverance, Delfos

Uma dúvida que todos os gamers têm é sobre o motivo da existência de enormes patches de lançamento. Pois junto com a cópia de review de Kingdom Come: Deliverance, veio uma mensagem bastante esclarecedora de Martin Klima, CEO da desenvolvedora Warhorse Studios. Eis a mensagem, em inglês:

“The production realities of console game development mean that ‘release’ version has to be submitted some three months before the actual release date. We could have used these three months to get some rest, or we could use it to create some additional content and sell it to you as DLC, but we went back to the version-to-be-released and worked on it and tweaked it and polished it and the results are obvious: quests are more balanced, RPG progression is smoother, the game runs faster and is very stable; every facet of the game got some polish. The drawback of course is that most of the data in the old build were replaced and have to be downloaded as a patch. At a hefty size, it’s going to take some time and it’s a shame. Still, we strongly believe that after a four year wait, it will pay off to wait a little bit longer while the Day 1 patch is downloading. Trust me, it will deliver the awesome experience YOU deserve!”

E eis a versão em português enviada junto pela assessoria da Deep Silver:

“A realidade da produção do desenvolvimento das versões para console significa que essa versão de ‘lançamento’ deve estar pronta três meses antes da data real de lançamento. Poderíamos usar estes três meses para descansar, ou para criar algum conteúdo adicional para ser vendido como DLC, mas voltamos nossa atenção para a versão a ser lançada e trabalhamos nela para ajustá-la e lapidá-la, e o resultado é óbvio: as quests estão mais balanceadas, a progressão do RPG está mais suave, o jogo roda mais rápido e é muito estável; toda faceta do game foi feita com esmero. A desvantagem, é claro, é que a maioria dos dados da compilação antiga foram substituídos e devem ser baixados como um patch. Com um tamanho de arquivo pesado, levará um tempo e por isso nós lamentamos. Ainda assim, acreditamos que depois de uma espera de quatro anos, valerá à pena esperar baixar o patch do Dia 1. Confie em mim, ele entregará à você a incrível experiência que VOCÊ merece!”

Basicamente, três meses se passam desde que o jogo fica pronto até o lançamento. Se é normal esperarmos patches e melhorias consideráveis em um jogo três meses após o lançamento, é compreensível que estas melhorias também sejam feitas antes do lançamento.

Inclusive, em alguns casos, a gente aqui do DELFOS tem acesso a jogos algumas semanas antes do lançamento oficial, e é comum vários patches serem lançados durante essas semanas, mudando consideravelmente o jogo. O famoso patch de lançamento, portanto, costuma ser a combinação de vários patches pré-lançamento que a maioria das pessoas nem fica sabendo. Normalmente, as mudanças planejadas vêm até escritas no guia de review para que os jornalistas as levem em consideração em suas coberturas.

MAS COMO É POSSÍVEL O PATCH DE LANÇAMENTO SER MAIOR DO QUE O JOGO?

De fato, o patch em questão tem 23GB, sendo que o tamanho do jogo original, de acordo com a Playstation Store, é de 22GB. O download completo do jogo, hoje, é de 46.430GB, como você vê na screenshot abaixo, tirada do meu PS4 durante o download.

Kingdom Come Deliverance, Delfos
E de quebra você vê alguns joguinhos que terão cobertura aqui no DELFOS muito em breve.

Isso é algo que incomoda a maioria das pessoas também. Como o jogo, completo e funcional, tem 22GB e com correções ele passa a ter 46GB? Pois com uma breve pesquisa, encontrei uma mensagem de Will Powers, da editora Deep Silver, neste fórum, que diz:

The way that I’ve been told that the engine works, is it takes the entire game and separates the PKG or ISO into 2GB archives. If during a patch you so much as alter a 1KB text file within any of these 2GB archives, then you need to reupload the ENTIRE 2GB portion. That beings said, this is a major patch that improves overarching mechanics throughout the game, so it touches almost all of these 2GB archives in the entire game build. Essentially you are having to redownload the game to replace the existing files. It shouldn’t stack them and inflate on your harddrive, but rather replace the previously downloaded build files.

Se você não é versado em estrangeirês, eu traduzo para você:

“Pelo que me disseram do funcionamento da engine, ela pega o jogo inteiro e separa o PKG ou ISO em arquivos de 2GB. Se durante um patch você alterar 1KB, é necessário subir de novo todo o pacote de 2GB. Dito isso, este é um patch importante que toca em quase todos estes aquivos de 2GB. Essencialmente você tem que baixar o jogo inteiro para substituir os arquivos existentes. Eles não vão somar e encher seu HD, mas vão substituir os arquivos anteriores.”

Faz sentido. Vou atentar a isso e ver o tamanho final do jogo no HD depois do download, daí eu atualizo aqui.

ATUALIZADA: Como você pode ver na imagem abaixo, o que o Will falou não aconteceu. O jogo final no HD hoje tem 50.64GB, mais ainda do que estava mostrando que seria o tamanho do download.

 

Eu ainda fico em dúvida de porquê, no caso de uma cópia digital, como a que recebemos, termos que baixar todos os 46GB, e não apenas a versão mais nova do jogo. Deve ter algum motivo e eu pretendo descobrir e explicar em uma futura matéria. Se você é desenvolvedor de jogos e quiser dar uma entrevista sobre isso, entre em contato comigo no carlos at delfos.net.br.

Vire assinante do Delfos!

Temos planos a partir de R$1,00 mensal e você pode ganhar um monte de coisa legal. Mais importante, você ajuda a gente a tornar o DELFOS cada vez maior e melhor.


Clique aqui e acesso a nossa ágina no Padrim


Se você gosta do nosso conteúdo, também pode ajudar sem colocar a mão no bolso compartilhando este post nas suas redes sociais através dos botões abaixo.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorLady Bird – A Hora de Voar: um bom filme sobre crescimento
Próximo artigoAssista os novos episódios de Pegou Mau
Carlos Eduardo Corrales
Editor-chefe e editor de games. Fundou o DELFOS em 2004 e habita mais frequentemente as seções de cinema, games e música. Trabalha com a palavra escrita e com fotografia. Já teve seus artigos publicados em veículos como o Kotaku Brasil e a Mundo Estranho Games. Formado em jornalismo (PUC-SP) e publicidade (ESPM).