Os 5 super-heróis mais true

0

Super-heróis e heavy metal são duas das minhas coisas favoritas. Ambos os universos são habitados por seres poderosos, musculosos e, muitas vezes, egocêntricos, cujos feitos heroicos são contados para nos inspirar valores como coragem e lealdade. Mas quais dos milhões de super-heróis existentes possuem a maior trüeza e honram o nome do metal nas HQs?

Para responder esta pergunta, fiz uma intensa pesquisa nas bibliotecas de Valhalla, aonde pesquisei milhares de gibis e elegi os cinco super-heróis mais trüe de todos os tempos.

MENÇÃO HONROSA: RAIO NEGRO

Editora: Marvel

Quem é: Raio Negro é o rei dos Inumanos, um povo resultante de experimentos genéticos com humanos realizados pela raça alienígena Kree há milhares de anos na Terra. Apesar de estar sempre vestido de preto, ele não tem lá uma personalidade muito metal, preferindo sempre ser um cara caladão e introspectivo.

Por que é trüe: O poder do monarca é provavelmente o mais trüe já criado: sua voz. Ela é tão poderosa que ele pode desintegrar uma pessoa ao proferir uma única palavra em tom normal. Um grito dele pode arrasar metade de um planeta! Com certeza seria um poder bem interessante para qualquer vocalista. Já pensou você cantando com este vozeirão? Todos os seus shows seriam arrasa-quarteirões, literalmente.

Como trüeza bônus, sua esposa, Medusa, possui longuíssimos e belos cabelos vermelhos que ela usa para prender e estrangular seus inimigos. Hum… Medusa com bacon…

5 – HÉRCULES

Editora: Marvel

Quem é: Filho de Zeus, o rei dos deuses do Olimpo, e uma mortal, Hércules se tornou uma lenda entre os homens. Usando sua mítica força, que supera inclusive a dos deuses, o Leão do Olimpo lutou em guerras, derrotou monstros, salvou inocentes e fez tantos outros atos heroicos que sua lenda foi contada por milênios.

Hércules surgiu nos quadrinhos da Marvel inicialmente como um coadjuvante das histórias do Thor e caiu nas graças do povo, tornando-se um dos maiores aliados do deus do trovão e membro dos Vingadores. O personagem ganhou grande destaque nos últimos anos, quando após os eventos da mega-saga Hulk Contra o Mundo, passou a estrelar sua própria revista, O Incrível Herc, aonde vivia as mais bizarras e hilárias aventuras ao lado de seu parceiro, o garoto gênio Amadeus Cho.

Porque é metal: Apesar de estar aqui, Hércules não é um trüe metal, mas sim um hard rocker de primeira. Afinal, a única coisa que supera a sua força é a sua fanfarronice.

Ele está sempre de bom humor, sempre a fim de festejar e não recusa uma gelada, mesmo que seja oferecida por um inimigo. Ele também é uma tremenda máquina de amor e nenhuma mulher que cruze com ele consegue resistir aos seus encantos. Entre sua vasta lista de conquistas estão várias super-heroínas, como Viúva Negra, Namora, Pássaro da Neve e Mulher Hulk.

Fontes secretas e fictícias relatam que Hércules trabalhou por um tempo como roadie de alguma banda de hard rock oitentista. Eu não só acredito nisso como também acho que foi ele quem ensinou essa banda que vans são muito mais do que um meio de transporte.

Bandas favoritas: Kiss], Mötley Crüe, e W.A.S.P..

4 – BATMAN

Editora: DC

Quem é: Você quer mesmo que eu explique quem é o Batman? Em que mundo você vive? Bem, caso você seja um jupteriano, aqui vai: o jovem Bruce Wayne era um garoto alegre e feliz até o dia em que seus pais foram mortos por um assaltante, bem na sua frente, quando ele tinha apenas oito aninhos. Desde então, Bruce treinou duro e investiu toda a sua fortuna para se dedicar a combater o crime como Batman, o sombrio justiceiro que coloca os criminosos de Gotham City em seu devido lugar.

Porque é metal: Primeiro, vamos começar com a própria origem do personagem. Após um grande choque em sua vida, o pequeno Bruce se tornou uma criança traumatizada. Durante esta época, descobriu o lado negro da sua alma, começando a se interessar por coisas ocultas e sombrias, como morcegos. Ele também adora as trevas, chocar os outros e usar roupas escuras. Sempre.

Além disso, o Batman já se mostrou várias vezes uma pessoa difícil de se lidar, como muitos metaleiros por aí. Em sua longa trajetória, ele já teve como parceiros cinco Robins, três Batgirls, duas Caçadoras e duas Batwomen. Até mesmo o próprio se cansou da vida de combatente do crime e resolveu deixar a banda por duas vezes, sendo substituído por Azrael da primeira vez e por Dick Grayson na segunda. Nem o Tuomas Holopainen supera esse cara.

Bandas favoritas: Black Sabbath, Anathema e bandas de doom metal em geral. Provavelmente sente simpatia pelo álbum Bat Out of Hell do Meat Loaf.

3 – X-O MANOWAR

Editora: Valiant Entertainment

Quem é: Aric da Dácia era um guerreiro visigodo, sobrinho do rei Alarico, que vivia no século V D.C. e tinha como principal passatempo chutar traseiros romanos. Um belo dia, Aric e sua tropa foram subjugados e escravizados por uma raça de seres alienígenas insectoides conhecidos como Vinha, que cultuavam uma espécie de armadura tecnológica que muitos tentavam vestir, mas ninguém conseguia sobreviver ao processo.

Anos mais tarde, cansado do trabalho escravo e ansiando por rever seu lar, Aric e os demais humanos lançam um ataque desesperado contra seus captores e o visigodo consegue roubar e vestir a tal armadura, tornando-se assim o X-O Manowar. Mas a vida não é tão simples, e quando Aric volta para a Terra, descobre que passaram-se mais de mil e seiscentos anos desde a noite em que foi sequestrado. Agora, preso em um mundo em que não compreende, Aric jura destruir toda a raça da Vinha, que passou todo este tempo se infiltrando em nosso planeta para dominá-lo.

Porque é metal: Você leu o título deste parágrafo? Ele tem “Manowar” no nome. Como pode ser mais trüe do que isso?

Huh… o Corrales mandou eu voltar aqui e dar mais explicações, senão serei obrigado a assistir a todos os DVDs do Belo.

Sabe todo aquele papo de guerreiro supremo presente nas letras do Manowar? Pois então, Aric é tudo isso. A armadura X-O Manowar é a máquina de batalha mais poderosa do universo, equipada com capacidade de voo, canhões lasers gigantes, habilidades regenerativas (a armadura deu a Aric uma nova mão, que ele perdeu quando era escravo) e uma espada de luz, o que por si só já é muito trüe. É como se Conan, o Bárbaro pilotasse a armadura do Homem de Ferro. Para completar, seus aliados são um Vinha renegado (rebeldia é muito metal) e Ninjak, um ninja assassino no sentido mais literal da expressão.

E como trüeza pouca é bobagem, Aric protagonizou um game ao lado do próprio Tony Stark, batizado de Iron Man & X-O Manowar in Heavy Metal, lançado em 1996 para PS1, Sega Saturn, Game Gear, Game Boy e DOS. Confesso que não cheguei a jogar e, pelo que vi, ele não é lá grande coisa, mas é inegável que este deve ser o título mais trüe dado a um jogo.

Bandas favoritas: Manowar (lógico), Grave Digger e HammerFall.

2 – THOR

Editora: Marvel

Quem é: O deus do trovão da mitologia nórdica. Filho de Odin, meio-irmão de Loki e protetor de Midgard, o mundo dos mortais. Amigo dos homens e destruidor de gigantes.

Apesar de ser um personagem mitológico, cujos contos foram passados de geração em geração por milhares de anos, Thor tornou-se ainda mais famoso após sua estreia como super-herói nos gibis da Marvel e hoje é um dos grandes medalhões da editora e membro fundador dos Vingadores.

Uma coisa bem interessante sobre sua origem e que pouca gente sabe é que, inicialmente, a intenção do personagem não era ele ser o próprio deus viking, mas sim um homem comum escolhido para usar o poder do deus do trovão em defesa dos fracos e oprimidos. Com o passar do tempo, a adição de elementos mitológicos ficou cada vez mais comum em suas aventuras e Stan Lee resolveu transformar aquele loiro bombado no próprio Thor. Provavelmente ele tomou esta decisão após ter sentido o poder da chama do dragão ardendo em seu coração.

Porque é metal: Em sua juventude, Thor era um jovem arrogante e prepotente, que se achava superior a todos os outros seres, igualzinho a qualquer pirralho metaleiro que você encontra na rua (e alguns marmanjos também). Mesmo tendo deixado estes dias para trás e aprendido a humildade, Thor ainda adora dar uma de intelectual, e sempre usa palavras difíceis e arcaicas tiradas de algum livro de RPG para fazer discursos pomposos e egocêntricos, outro traço muito comum nos metaleiros.

Thor também se preocupa muito com a aparência. Seus longos cabelos loiros estão sempre sedosos e esvoaçantes, suas roupas geralmente possuem um tom predominantemente escuro (preto, azul, cinza) e às vezes gosta de radicalizar no visu, embora só ele ache a mudança o máximo, como você pode ver aí embaixo, na nossa galeria.

Mas, como você provavelmente sabe, o que faz de Thor um super-herói muito metal, são as músicas dedicadas a ele. De acordo com dados totalmente fictícios do Instituto DataDelfos, existe um gazilhão de músicas feitas em homenagem ao deus do trovão e a seu pai, Odin, o padroeiro do metal.

Bandas favoritas: Qualquer uma que o inspire a fazer um poderoso discurso. De preferência bandas de power metal pomposas, como Rhapsody of Fire, Blind Guardian e Gloryhammer. Também curte bandas escandinavas de folk metal como Týr e Folkearth, porque elas o lembram dos tempos áureos.

1 – LOBO

Editora: DC

Quem é: Se você não sabe quem é o Lobo, o último czarniano, o maior caçador de recompensas da galáxia, o maioral, o mais poderoso ser do universo, deixe o hall imediatamente.

Inicialmente criado como uma paródia dos heróis violentos que começaram a ganhar grande popularidade no fim dos anos 80, como o Wolverine, o personagem ganhou imensa aceitação na década seguinte, tornando-se um dos personagens mais populares da DC, com histórias que beiram a insanidade. Para você ter ideia, ele destruiu seu planeta inteiro quando ainda era adolescente como parte do seu projeto de Ciências. E ainda se deu um A.

Porque é metal: Lobo faz o que quer, quando quer e da forma como quer fazer. Ele não vive pelas regras de ninguém a não ser as dele mesmo. E a única regra que ele tem é a de chutar traseiros da maneira mais divertida possível. Em outras palavras, se Lemmy Kilmister, o líder do Motörhead, fosse um alien com superforça, ele seria o Lobo.

Mas não é só por isso que o cara é metal. Ele já peitou praticamente todos os heróis da DC, incluindo os engomadinhos futuristas da L.E.G.I.Ã.O. e os lordes justiceiros do The Authority, que são praticamente fascistas mundiais.

Em uma de suas mais clássicas histórias, Lobo Versus Papai Noel, o maioral foi contratado para dar cabo do Papai Noel por ninguém menos que o Coelhinho da Páscoa! O negócio é tão tremendão que até mesmo ganhou uma adaptação em live action dirigida por Scott Leberecht, diretor de arte de A Lenda do Cavaleiro Sem Cabeça.

Mas o mais trüe de tudo é que, em 2009, o maioral ganhou uma minissérie chamada Lobo: Highway to Hell, escrita por ninguém menos que Scott Ian, o guitarrista do Anthrax! Dá para ser mais trüe do que isto?

Bandas favoritas: Motörhead, Anthrax, Slayer, Black Label Society e Cannibal Corpse. Talvez goste de uma ou outra música do Manowar sobre motos, mas acha a banda muito fresca.

FAIXA BÔNUS EXCLUSIVA LANÇADA SOMENTE NA EDIÇÃO ESPECIAL EM DIGIPAK LIMITADA QUE VOCÊ ACHA EM QUALQUER TORRENT POR AÍ

VAL HALLEN

Quem? Há muito, muito, muito tempos, existia um desenho feito pelo Cartoon Network chamado O Laboratório de Dexter, que contava as aventuras de um menino gênio com um laboratório secreto. Se você tem mais de 17 anos, provavelmente se lembra.

O que talvez você não lembre é que, entre uma aventura e outra do jovem cientista, havia um desenho chamado Os Amigos da Justiça, que mostrava a vida de um trio de super-heróis que lutavam contra o maior inimigo de todos os tempos: o cotidiano. Um deles era Val Hallen, o deus viking do rock, uma paródia óbvia do Thor.

Por que é trüe: Val Hallen é praticamente uma personificação do metal e dos super-heróis em uma só carne. Sua arma é uma guitarra rosa, a qual ele chama de “machado”, que só ele pode levantar. Ao fazer riffs, sua guitarra lança rajadas sônicas a qual nenhum pagodeiro pode resistir e ele também pode usar sua guitarra para surfar pelo ar, como o Surfista Prateado.

No episódio Val Hallen’s Room é revelado que sem sua arma, Val Hallen é apenas um nerd como eu, você e qualquer metaleiro com mais de dois neurônios. Para completar, seu arqui-inimigo é um vilão chamado Von Hellen, que não dispensa um bom black metal. Ah, e o seu nome é obviamente uma mistura de Valhalla com Van Halen.

Bandas favoritas: Van Halen (dur), Judas Priest, Accept e metal oitentista em geral. Em sua dublagem original, Val Hallen possui um sotaque californiano, o que provavelmente significa que ele goste de algumas bandas populares na época, como Manilla Road e Cirith Ungol.

Galeria