Crise financeira mundial começa a afetar a indústria de games

0

A Sony anunciou hoje, segundo o Gamespot, que demitirá 16 mil funcionários como parte de uma reestruturação total da companhia. A dona do Playstation 3 pretende diminuir em 30% o investimento no setor de eletrônicos e vai parar de operar em áreas não-essenciais ou de baixo retorno. Todas essas medidas foram tomadas devido à valorização do yene frente ao dólar, um reflexo da crise econômica mundial. Ainda não se sabe como isso afetará o preço do Playstation 3, o mais caro (e avançado) console da nova geração.

De forma similar, a Electronic Arts também anunciou um corte nos custos e diminuição de lançamentos para 2009 e 2010 (também via Gamespot). Com isso, espere que muitos projetos tenham lançamentos adiados, ou sejam até mesmo cancelados. A EA também afirma que tal decisão não deverá afetar a qualidade dos títulos lançados. A decisão é um reflexo das baixas vendas de fim de ano e previsões pessimistas para a empresa no ano de 2009. Entre outras medidas, está a diminuição na margem de lucro das ações da companhia.

É, o pequeno mundo de conto de fadas capitalista dos games começa a desabar. Este é o ramo mais lucrativo da indústria do entretenimento, e era de se esperar que a incerteza na economia global começasse a ressoar. Talvez, dentre todas as companhias no mundo dos videogames, a Nintendo seja a menos afetada. O Nintendo Wii continua vendendo mais do que Coca-Cola no deserto nos EUA e Japão, e o preço baixo do console é um grande atrativo em tempos de crise.

Galeria

Artigo anteriorFábulas será adaptado para a telinha
Próximo artigoVeja o novo trailer de Exterminador do Futuro 4
Ao contrário dos outros delfianos, Homero não tem pretensões de dominação global. Ele se contenta apenas em dominar a rede mundial de telecomunicações, principalmente a internet. Afinal, conhecimento é poder. Entre outros planos, ele pretende ter uma noite de amor gostoso perto da lareira com a Natalie Portman (ao contrário do que diz o Corrales, ele acredita que ela agüentaria levar um caprichado tapão na bunda), cantar Valhalla junto com o Hansi Kürsch, xingar o antigo professor de Computação Gráfica e deixar de ser gordo. Ah sim, ele também quer dar um chute na bunda do Bill Gates.