Let Them Come sai hoje para Xbox One e PC e ainda em outubro para PS4. Apesar de estar saindo para as máquinas de gente grande, o que temos aqui é um típico joguinho de celular.

Basicamente, seu personagem fica estacionado no canto esquerdo da tela, com uma metranca pintuda e um radinho de pilha. Do lado direito, centenas de monstros vão correndo na sua direção. Mate todos eles. Uma nova onda começa, e assim ad infinitum.

Let Them Come, Delfos
Ra-tata!

Ok, não é exatamente ad infinitum. A cada 25 ondas, vem um chefe e, vencendo o chefe, você muda de capítulo, o que significa um novo cenário e novos upgrades.

Ao matar os inimigos, você ganha pontos. Daí você morre e tem a possibilidade de comprar upgrades e munição com os pontos. Ou seja, o jogo é feito para você morrer com frequência e tentar de novo mais forte, fazendo progresso aos pouquinhos. É até estranho que não haja uma opção de comprar os upgrades com dinheiro real, o que é tradicional em jogos como este e, infelizmente, uma tendência da indústria.

LET THEM COME

Dentre os upgrades, você tem munições mais poderosas, granadas ou armas corpo a corpo, que são importantíssimas para quando os monstros conseguirem chegar perto. E eles vão chegar perto.

Let Them Come, Delfos
Não dá para negar que meus screenshots são todos parecidos. E olha que este é no segundo capítulo.

Um detalhe bacaninha é o rosto do seu herói, que não só vai ficando machucado conforme você é atingido, ele também vai abrindo mais a boca conforme você metralha tudo indiscriminadamente. Dá até para imaginar o Rambo gritando enquanto mata comunistas. E são comunistas alienígenas, o que, como todo mundo sabe, é o tipo de comunista mais perigoso que tem.

Claro, o jogo não tem nenhuma pretensão política. Na verdade, ele é tão simples e tão direto ao ponto que eu simplesmente não tenho mais o que falar sobre ele. Ele até é divertido e um tanto viciante, do tipo “deixa eu ver se chego mais longe dessa vez”, mas é basicamente isso. Quão longe você vai chegar? E por que diabos você está usando seu videogame de última geração para jogar isso, e não seu telefone?

REVER GERAL
Nota:
PONTUAÇÃO GERAL

Vire assinante do Delfos!

Temos planos a partir de R$1,00 mensal e você pode ganhar um monte de coisa legal. Mais importante, você ajuda a gente a tornar o DELFOS cada vez maior e melhor.


Clique aqui e acesso a nossa ágina no Padrim


Se você gosta do nosso conteúdo, também pode ajudar sem colocar a mão no bolso compartilhando este post nas suas redes sociais através dos botões abaixo.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorPica-Pau: O Filme é pra jacu
Próximo artigoChocante: a reunião de um conjunto típico dos anos 80
Carlos Eduardo Corrales
Editor-chefe e editor de games. Fundou o DELFOS em 2004 e habita mais frequentemente as seções de cinema, games e música. Trabalha com a palavra escrita e com fotografia. Já teve seus artigos publicados em veículos como o Kotaku Brasil e a Mundo Estranho Games. Formado em jornalismo (PUC-SP) e publicidade (ESPM).