Assine a feed desta seção!
Assine os comentários do site
Siga o Delfos no Twitter!

Plataformas: PS4, Xbox One e PC
Versão analisada: PS4
Desenvolvedora: Brainseed Factory
Editora: Brainseed Factory
Ano: 2017
Gênero: Plataforma com puzzles, Limbo-like
Nota:



Typoman: Revised

Publicado em 21/3/2017 às 00:00


A primeira vez que ouvi falar de Typoman, lembro de ter imaginado que era um jogo de super-herói no qual o protagonista tem os poderes e habilidades proporcionais aos de uma máquina de escrever. A verdade, curiosamente, não está tão longe disso.

O que temos aqui é um sidescroller que mistura plataforma com puzzles, sendo bem mais focado neste último. O diferencial é que, para resolver os quebra-cabeças, você deve escrever o que o jogo espera.

Por exemplo, logo no início, você encontra máquinas e deve organizar as letras para que elas formem a palavra “on” (ligar). Não demora para a coisa complicar bastante. No final do jogo, por exemplo, você recebe um “teclado” com algumas letras, mas não é possível formar as palavras certas com elas.

Como resolver? Pois um dos poderes do Typoman é a palavra “lie” (mentira), que transforma algumas palavras no seu oposto. Matou? Se você precisa escrever on, mas não tem as letras, pode ter que escrever up, daí usar a mentira para transformar em down e só então combiná-las na palavra que deseja.

Se isso te faz pensar que Typoman: Revised é um jogo que exige um bom conhecimento de inglês, você está certo. É possível criar um monte de palavras que o jogo reconhece mas que não têm efeito, enquanto outras causam apenas piadinhas (tente escrever death, sad, hat, rave ou stare, por exemplo), mas é verdade que as palavras essenciais, aquelas que resolvem os problemas, nunca exigem um vocabulário muito avançado.

Ainda assim, não espere que as soluções sejam sempre coisas como on ou off. Você pode ter que escrever coisas como passage ou hover, por exemplo. E não vou mentir, alguns desafios são bem difíceis de solucionar sem uma colinha online. Na última fase, quando você tem uma grande quantidade de letras e mesmo assim tem que usar a “lie” a toda hora, eu estava jogando com o computador do lado.

Este acaba sendo o problema principal do jogo. Ele começa de forma lúdica e divertida, mas as coisas ficam muito obtusas, e o timing e a diversão são prejudicados quando você fica 10 minutos escrevendo mais de 50 palavras diferentes, mas não consegue achar a única que permite prosseguir.

A apresentação do jogo também é muito bacana, com vários objetos sendo feitos com letras. Por exemplo, você pode encontrar a palavra “part” (parte), mas quando você se aproxima, ela vira “trap” (armadilha) e te mata. É nessas horas que Typoman: Revised se destaca e mostra quão boas são suas ideias e o mundo que a Brainseed Factory criou.

Além disso, se você for um exemplo de maturidade como eu, vai passar um bom tempo escrevendo palavras como “ass” para ver se o jogo as reconhece. E sim, ele reconhece! =D

Isso tudo faz com que o início do jogo seja pura alegria e encantamento, mas essas sensações positivas vão dando lugar a frustração quando os puzzles vão ficando tão complexos e obtusos quanto os dos adventures antigos da Lucasarts.

Em seus melhores momentos, Typoman: Revised parece uma mistura de Limbo com Scribblenauts, dois jogos que com certeza influenciaram bastante os criadores. Gostaria de ver mais dessa ideia no futuro, mas focando mais na fantasia do mundo do que em anagramas complicados. Ainda assim, vale a pena conhecer se você gosta de jogos únicos e com boas ideias.

Leia mais sobre Typoman, Brainseed Factory, Limbo, Puzzles, Plataforma, PS4, Xbox One, PC.






     
     
     
 

19/6/2017 - Perception deixa você com os poderes do Demolidor
13/6/2017 - Star Trek: Bridge Crew coloca o jogador no comando da Enterprise
12/6/2017 - Injustice 2 mistura luta com RPG
6/6/2017 - Randall é um jogo com o nome do seu protagonista
5/6/2017 - Sniper Ghost Warrior 3 se rende ao mundo aberto
2/6/2017 - Embers of Mirrim: luz, trevas e alavancas analógicas
29/5/2017 - Rime quer ser um novo Ico
26/5/2017 - Prey: quando a presa é você
23/5/2017 - Deliriant
23/5/2017 - 7 motivos para jogar Skylar & Plux: Adventure On Clover Island
22/5/2017 - Shadow Warrior 2 virou um RPG!
19/5/2017 - Outlast 2 é um retrocesso
16/5/2017 - The Surge é uma cópia de Dark Souls sem cuidado com o design
9/5/2017 - Guardians of the Galaxy da Telltale segue um caminho surpreendente
2/5/2017 - Full Throttle Remastered
1/5/2017 - Little Nightmares
21/4/2017 - Blackwood Crossing
17/4/2017 - Talent Not Included
11/4/2017 - Skykeepers
10/4/2017 - Yooka-Laylee
1234567... 20


· Busca Avançada

Login
Senha
Lembrar de mim:
Ainda não é cadastrado?
Então clica aqui!









Copyright © Delfos 2004 - .